Home Séries Terceira etapa do Oi Pro Junior Series será em Florianópolis

Terceira etapa do Oi Pro Junior Series será em Florianópolis

10 min read
0
Quer receber as principais notícias do NH TV pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.

A Praia da Joaquina vai sediar a terceira etapa do pro junior, válido pelos títulos sul-americanos da categoria para surfistas com até 18 anos de idade

Eduardo Motta

Terceira etapa do Oi Pro Junior Series será em Florianópolis

A Praia da Joaquina vai sediar a terceira das quatro etapas do Oi Pro Junior Series nos dias 7 e 8 de setembro em Florianópolis (SC), onde Gabriel Medina conquistou seu primeiro título mundial, de campeão Pro Junior de 2013. Os melhores surfistas de até 18 anos de idade do continente, estarão na “Joaca” brigando por pontos no ranking da WSL Latin America, que define os campeões sul-americanos da temporada e as vagas para o Mundial Pro Junior da World Surf League, marcado para a última semana de novembro na Ilha Taiwan.

A batalha pelos títulos sul-americanos e pelas vagas para o Mundial, entra na sua reta final em Florianópolis. Depois da Praia da Joaquina, terão apenas mais duas para definir tudo, a última do Oi Pro Junior Series nos dias 8 a 10 de novembro na Praia de Maresias, em São Sebastião (SP), e o Mancora Junior Pro Peru na semana seguinte, 14 e 15 de novembro em Piura, no litoral norte do país andino.

Sol Aguirre-PER

Além das duas etapas do Oi Pro Junior Series já disputadas nas capitais do Rio de Janeiro e da Bahia, tiveram mais duas com outros patrocinadores, o Héroes de Mayo Iquique Pro no Chile e o Pena Little Monster no Ceará.

Nos últimos anos, os títulos sul-americanos vinham sendo decididos em apenas uma etapa, mas a WSL Latin America estava trabalhando para fortalecer o calendário e confirmou sete etapas em 2019 para os surfistas com até 18 anos de idade competirem, quatro delas patrocinadas pela Oi em grandes palcos do surfe brasileiro.

Do total de sete etapas, serão computados os cinco melhores resultados no ranking final da WSL Latin America, apontando os campeões sul-americanos Pro Junior da temporada e os classificados para disputar os títulos mundiais da World Surf League na Ilha Taiwan, os quatro primeiros colocados no masculino e as duas melhores no feminino. A quinta etapa acontece agora no Oi Pro Junior Series no feriadão de 7 de setembro na Praia da Joaquina de Floripa, com todas as pontuações obtidas sendo registradas nos rankings.

Thaina Hinckel

As duas últimas no mês de novembro, o Oi Pro Junior Series de São Sebastião na Praia de Maresias e o Mancora Junior Pro Peru em Piura, os que completarem o limite de cinco etapas, poderão aumentar suas pontuações trocando os piores resultados. Já aqueles que não participaram de todas as provas, terão a chance de somarem pontos para brigar pelos títulos sul-americanos ou pelas vagas para o Mundial na reta final da temporada.

Lucas Vicente-SC

VAGAS NO MUNDIAL – No Oi Pro Junior Series da Bahia, o saquaremense Daniel Templar assumiu a ponta do ranking somando mais 560 pontos do mesmo resultado nas quatro provas, terceiro lugar, sempre parando nas semifinais. Além dele, estariam se classificando para o Mundial Pro Junior o paulista Daniel Adisaka em segundo lugar, o potiguar Mateus Sena em terceiro, os catarinenses Lucas Vicente em quarto e Tainá Hinckel que lidera o feminino com três vitórias nas quatro etapas, além da peruana Sol Aguirre, atual bicampeã sul-americana.

No masculino, os que estão mais próximos da batalha pelas quatro vagas no momento são os paulistas que decidiram o título do Oi Pro Junior Series na Praia de Stella Maris, em Salvador, o campeão Eduardo Motta em quinto no ranking e o Fernando “John John” Junior em sétimo. Entre eles, está o catarinense Leo Casal, que vai competir em casa na Praia da Joaquina e foi o vencedor da única etapa disputada fora do Brasil, o Héroes de Mayo Iquique Pro no Chile.

Entre as meninas, uma vaga está praticamente garantida pela campeã sul-americana de 2016, Tainá Hinckel, que venceu as três etapas no Brasil, as duas do Oi Pro Junior Series, na Barra da Tijuca do Rio de Janeiro e na Praia de Stella Maris em Salvador, além do Pena Little Monster na Praia da Taíba no Ceará. Nestas duas últimas, a carioca Julia Duarte fez a final com a catarinense e entrou na briga pela segunda vaga, no momento ocupada pela bicampeã sul-americana de 2017 e 2018, Sol Aguirre, por apenas 65 pontos de vantagem.

Maju Freitas

IGUALDADE NA PREMIAÇÃO – Todas as etapas do Oi Pro Junior Series estão sendo realizadas com o princípio da igualdade na premiação incentivada pela World Surf League e já adotada nos eventos do Championship Tour, QS 10000 e Big Wave Tour. Os mesmos 1.200 dólares que o catarinense Mateus Herdy e o paulista Eduardo Motta, ganharam pelas vitórias nas etapas do Rio de Janeiro e da Bahia, respectivamente, foram recebidos pela catarinense Tainá Hinckel, que foi a campeã nas ondas da Barra da Tijuca e da Praia de Stella Maris.

TOP-10 DO SUL-AMERICANO PRO JUNIOR MASCULINO – 4 etapas:

01: Daniel Templar (BRA) – 2.240 pontos

02: Daniel Adisaka (BRA) – 2.015

03: Mateus Sena (BRA) – 1.920

04: Lucas Vicente (BRA) – 1.890

05: Eduardo Motta (BRA) – 1.600

06: Leo Casal (BRA) – 1.500

07: Fernando Junior (BRA) – 1.355

08: Luan Hanada (BRA) – 1.175

09: Pedro Bianchini (BRA) – 1.160

10: Cauã Costa (BRA) – 1.120

TOP-10 DO SUL-AMERICANO PRO JUNIOR FEMININO – 4 etapas:

01: Tainá Hinckel (BRA) – 3.560 pontos

02: Sol Aguirre (PER) – 2.265

03: Julia Duarte (BRA) – 2.200

04: Daniella Rosas (PER) – 1.870

05: Isabela Saldanha (BRA) – 1.630

06: Coco Cianciarulo (ARG) – 1.440

07: Maju Freitas (BRA) – 1.420

08: Lara Barrios (PER) – 1.115

09: Alessia Moro (PER) – 880

10: Bruna Carderelli (BRA) – 860

#estamosnatorcida

Load More Related Articles
Load More By - redação
Load More In Séries
Comments are closed.

Check Also

Morre Gugu Liberato aos 60 anos de idade

Apresentador teve morte cerebral após cair de uma altura de 4 metros em sua casa, em Orlan…