Connect with us

Sentimentos

Bolsonaro “paz e amor” dura menos de uma semana. Presidente posta imagem de protesto vazio e dispara: “…

Artigo

em

A postura equilibrada que Jair Bolsonaro (sem partido) tentou adotar após falas antidemocráticas nos atos de 7 de setembro não durou. Neste domingo (12), no Twitter, o presidente criticou reportagem que mostrou um protesto a seu favor vazio, com a frase: “alguém sabia desse “ato”? Imprensa de m…..”.

Ele publicou uma captura de tela de uma matéria do Estadão que dizia: “Manifestação a favor de Bolsonaro em Brasília tem baixa adesão”, com a foto que mostrava apenas um apoiador no local.

LEIA TAMBÉM

Por todo Brasil, apoiadores do presidente foram convocados a ir para as ruas pedir pelo fechamento dos Poderes e a tomada de poder com ajuda das Forças Armadas – ações similares às que aconteceram durante a Ditadura Militar no país.

Durante discurso em São Paulo para mais de 100 mil pessoas, o presidente questionou a urna eletrônica e as eleições, citou novamente o voto impresso (que já foi rejeitado pelo Congresso) e disse que não pode “participar de uma farsa como essa patrocinada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE)”.

Análise: Esvaziados, atos contra Bolsonaro evidenciam dificuldade de união daqueles que querem impeachment, avaliam especialistas

“Não podemos continuar aceitando que uma pessoa específica da região dos Três Poderes continue barbarizando a nossa população. Não podemos aceitar mais prisões políticas no nosso Brasil”, disse o presidente.

“Ou o chefe desse Poder enquadra o seu ou esse Poder pode sofrer aquilo que não queremos, porque nós valorizamos, reconhecemos e sabemos o valor de cada Poder da República”, completou Bolsonaro, conclamando o presidente do STF a interferir nas decisões de Moraes – algo que seria inconstitucional.

As declarações fizeram com que membros do Congresso Nacional e do Poder Judiciário se articulassem contra o chefe do executivo.

O presidente recuou dois dias depois, em 9 de setembro, ao divulgar nota oficial chamada de “Declaração à Nação”, em que prega harmonia entre os poderes, manifesta “respeito pelas instituições da República” e pela Constituição. No texto, ele reconhece que ninguém tem o direito de “esticar a corda” a ponto de prejudicar a vida dos brasileiros e a economia. Leia:

No instante em que o país se encontra dividido entre instituições é meu dever, como Presidente da República, vir a público para dizer:

1. Nunca tive nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes. A harmonia entre eles não é vontade minha, mas determinação constitucional que todos, sem exceção, devem respeitar.

2. Sei que boa parte dessas divergências decorrem de conflitos de entendimento acerca das decisões adotadas pelo Ministro Alexandre de Moraes no âmbito do inquérito das fake news.

3. Mas na vida pública as pessoas que exercem o poder, não têm o direito de “esticar a corda”, a ponto de prejudicar a vida dos brasileiros e sua economia.

4. Por isso quero declarar que minhas palavras, por vezes contundentes, decorreram do calor do momento e dos embates que sempre visaram o bem comum.

5. Em que pesem suas qualidades como jurista e professor, existem naturais divergências em algumas decisões do Ministro Alexandre de Moraes.

6. Sendo assim, essas questões devem ser resolvidas por medidas judiciais que serão tomadas de forma a assegurar a observância dos direitos e garantias fundamentais previsto no Art 5º da Constituição Federal.

7. Reitero meu respeito pelas instituições da República, forças motoras que ajudam a governar o país.

8. Democracia é isso: Executivo, Legislativo e Judiciário trabalhando juntos em favor do povo e todos respeitando a Constituição.

9. Sempre estive disposto a manter diálogo permanente com os demais Poderes pela manutenção da harmonia e independência entre eles.

10. Finalmente, quero registrar e agradecer o extraordinário apoio do povo brasileiro, com quem alinho meus princípios e valores, e conduzo os destinos do nosso Brasil

 

PUBLICIDADE

Sentimentos

Homem não foi a 1ª vítima de jacaré que detesta visitas ao Lago do Amor

Artigo

em

Por

Teve criança que viu brinquedo sumir na boca dele e reza a lenda que até cachorro já virou comida

“Não existe amor no Lago do Amor”. A frase repercutiu nas redes sociais neste fim de semana, depois que um homem foi atacado dentro do lago por um jacaré. É claro que a situação é previsível, uma vez que muita gente sabe que no lago há jacarés, no entanto, ontem, outro vídeo passou a circular e tornou o jacaré apelidado de “Croco” ainda mais famoso.

LEIA TAMBÉM

Em dezembro do ano passado, o animal também destruiu o barquinho de uma menina de nove anos. O pai resolveu testar o brinquedo que deu para a filha e, após alguns minutos, o jacaré atacou o barco e acabou com a brincadeira.

Quem conta essa história é o pai Raick Andrade, de 35 anos. “Dei o barco para minha filha de presente de Natal e fomos ao lago testar”.

O barco estava no centro do lago, quando o jacaré começou a segui-lo e depois sumiu. Raick diz que não imaginava que o ataque aconteceria, quando de repente, a filha assistiu seu barco sendo destruído.

“Quando estava ali na beira, ele deu aquele bote certeiro que destruiu o barquinho”, conta o pai. Apesar da cena triste, a menininha ainda só conseguiu dizer “parabéns, pai”.

Em seguida, Raick busca o que restou do barco com um galho, mas o equipamento não funcionou mais. O jeito foi presentear a filha com outro modelo.

“Ele não é nada amigável mesmo, quer o lago só pra ele”, brinca o pai, que é compositor e hoje trabalha com uma transportadora.

Já nos corredores da UFMS, reza a lenda que anos atrás, o jacaré também comeu um cachorrinho que pertencia a um dos professores da Famez (Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia), enquanto ele caminhava na beira do lago.

Publicado no Passeando em Campo Grande Oficial, o público e o próprio Raick fizeram questão de tirar sarro. “O jacaré do desamor estava lá para mostrar quem manda na bagaça”. Outro seguidor brincou que o animal é o “típico campo-grandense”, já que a cidade tem fama de antissocial.

Confira a galeria de imagens:

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: [email protected] ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Continue lendo

Sentimentos

Outubro Rosa: ônibus levam amor e esperança às mulheres em tratamento contra o câncer

Artigo

em

Por

BUSLOG auxilia entidade na arrecadação e entrega de kits de beleza

BUSLOG auxilia entidade na arrecadação e entrega de kits de beleza – (Foto: Divulgação)

LEIA TAMBÉM

Saiba Mais

O câncer de mama segue sendo o mais diagnosticado entre as mulheres brasileiras. Dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA) apontam que, só em 2020, mais de 66 mil novos casos foram detectados. Isso representa um universo de 29,7%, por isso a importância da campanha ‘Outubro Rosa’, que anualmente alerta a sociedade sobre a prevenção e diagnóstico precoce desse tipo de câncer.

Em uma parceria inédita com o ‘Instituto Amor em Mechas’ e em alusão ao ‘Outubro Rosa’, o programa JCA Solidário, do Grupo JCA, passa a contribuir com a logística de entregas da entidade, por meio da BUSLOG – empresa especialista no transporte de encomendas e cargas fracionadas através da utilização dos bagageiros dos veículos. Ônibus das Viações 1001, Cometa, Catarinense, Expresso do Sul e Rápido Ribeirão, também irão levar amor e esperança até mulheres que estão em tratamento contra o câncer. A BUSLOG fará tanto a entrega dos ‘Kits do Amor’ quanto o recebimento de doações de mechas cabelo para a confecção de perucas. Só nesse mês, 20 mulheres já receberam os kits por meio da parceria.

“É uma honra para nós sermos responsáveis por transportar esperança e apoiar tantas mulheres a escrever uma nova história. Essa parceria reflete tudo aquilo que, em conjunto com a Governança do Grupo JCA, idealizamos na criação do JCA Solidário: o compromisso de contribuir com a sociedade e conectar pessoas por meio de nossas soluções de mobilidade”, declara Maysa Gil, coordenadora do Instituto JCA.

Instituto Amor e Mechas

O Instituto Amor em Mechas nasceu em 2017 com a proposta de resgatar a autoestima de mulheres e crianças que estão em tratamento contra o câncer ou que convivem com a alopecia. Sua fundadora, Débora Pieretti, lutou e venceu um câncer de mama, e por isso decidiu ir além para ajudar outras mulheres que passaram ou estão passando por esse momento difícil.

Instituto Amor em Mechas (Foto: Divulgação)

A partir de uma peruca recebida durante o seu tratamento, em 2015, a fundadora teve um insight. “Eu fiquei carequinha durante o período, mas depois que recebi uma como presente minha autoestima voltou. O que impactou positivamente o meu tratamento”, relembra.

“Já entregamos mais de 2.800 perucas, que tenho certeza de que transmitiram amor, esperança e arrancaram sorrisos. As perucas entregues fazem parte do ‘Kit do Amor’, composto por um colar de pérolas, brincos, maquiagem, lenço, álcool em gel, um livro de autoajuda, tudo dentro de uma sacola personalizada. E agora, com a ajuda da BUSLOG, sem dúvidas o número de mulheres contempladas vai aumentar ainda mais. Estou muito feliz com a parceria”, finaliza.

Continue lendo

Sentimentos

Projeto “Amor em fios” realiza Feira de Natal

Artigo

em

Por

LEIA TAMBÉM

Projeto Amor em Fios promove Feira Beneficente de Natal. Estarão à venda trabalhos em crochê, patchwork, madeira, objetos de decoração e artesanatos

De 27 a 29 deste mês, o Projeto Amor em Fios promove a Feira Beneficente de Natal que reúne artesãos de Cascavel, Toledo e Marechal Candido Rondon. Sediada no salão de festas da Catedral Nossa Senhora Aparecida, a feira terá a seguinte programação: dia 27 (quarta-feira), das 17 às 21 horas e nos dias 28 (quinta-feira) e 29 (sexta-feira), das 12 às 21 horas. No dia 27, às 19h30, haverá apresentação do Coral Encanto de Viver, da cidade de Toledo. 

Estarão à venda trabalhos em crochê, patchwork, madeira, objetos de decoração e artesanatos. Feitas como muito capricho, as peças são ideais para presentear e também para deixar a casa ainda mais bonita para o Natal.  “A data da feira poderia ser mais próxima ao Natal, mas como estamos em outubro, época em que se intensificam as ações sobre o câncer de mama, entendemos que agora seria o melhor momento”, comenta Simone Sarolli Preisner Braga Cortes, criadora e atual presidente da Associação Amor em Fios.

Durante os três dias da feira serão comercializados também doces, salgados e café, e a renda proveniente da venda desses produtos será destinada ao Clube de Mães da Catedral. Já parte da renda da feira será destinada à manutenção do Projeto Amor em Fios.

A entrada da feira é grátis, porém a organização pede que cada visitante leve uma convidada ou convidado e faça a doação de um lenço grande ou um retalho de malha com 1×1 metro ou, ainda, dois novelos de lã. Os lenços arrecadados serão destinados a pacientes em tratamento quimioterápico. Os retalhos de malha e a lã serão transformados em produtos para posterior entrega também a hospitais do câncer de vários estados do Brasil. Quanto maior a arrecadação, mais pacientes serão beneficiados. 

O PROJETO
Um fio de cabelo pode ser frágil, quase invisível. Durante o dia podemos perder vários fios e nem percebemos. Mas alguém que, por motivo de doença, perde todos os cabelos de uma só vez, não tem como passar despercebido. A falta dos cabelos altera a identidade da pessoa e afeta a sua autoestima. Se para os homens esse fato já é difícil de ser encarado, para as mulheres é algo extremamente assustador, doloroso e traumático.

Depois de perder os cabelos por duas vezes, Simone Sarolli Preisner Braga Côrtes criou, em 2016, o Projeto Amor em Fios que consiste na confecção de perucas para empréstimo a mulheres em tratamento de quimioterapia. A mão de obra para a confecção das perucas é especializada e cara, fatos que acabam impossibilitando o acesso da grande maioria de pacientes a esse acessório. 

O Amor em fios é uma espécie de elo entre a confecção e disponibilização das perucas e as pacientes que não têm condições de comprá-las. Para as mulheres que não se adaptam à peruca, o Amor em Fios doa lenços e turbantes. Com o objetivo de promover um pouco de qualidade de vida a crianças em tratamento de quimioterapia, nasceu o Amor em Fios Kids, que produz perucas ou toucas inspiradas em fadas, princesas e príncipes que são heróis e heroínas da criançada. 

A arrecadação da matéria-prima é reforçada pela importante colaboração de algumas lojas de aviamentos de Cascavel e as touquinhas ganham vida pelas mãos preciosas de voluntárias artesãs crocheteiras que, além de técnica e talento colocam em cada peça uma porção de amor, carinho e muita esperança. 

As crianças em tratamento de quimioterapia, ao usarem a peruca ou a touca temática, se “transformam” em personagens de um mundo mágico, o que as ajuda no enfrentamento da doença e suas consequências. Todo o trabalho é coordenado por Simone, por sua prima Marines Parzianello e por Neiva Spada, que promovem workshops e ensinam a técnica a quem desejar ser voluntária.

Hoje, o Projeto Amor em Fios conta com mais de 60 voluntárias e os seus produtos (perucas e toucas temáticas) já foram entregues em Belém do Pará, Recife, Maceió, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, além de dezenas de cidades daqui do Paraná. Paralelo ao trabalho com as perucas, lenços e toucas temáticas, Simone também ministra palestras que versam sobre o câncer e a qualidade de vida. 

Para doações de cabelos, de lenços ou para mais informações ligue: 45 99916 9716 ou acesse a página https://www.facebook.com/projetoamoremfios
 

Continue lendo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

TAGS

+ VISTOS

Copyright © 2021 powered by NH TV.