Connect with us

Curitiba

RD – Droga Raia – Drogasil divulga oportunidade(s) para Farmacêutico(a) – Ahu – v2262069

Artigo

em

Descrição

Você é apaixonado(a) pelo universo da saúde, beleza e bem-estar? Ama desafios e adora enfrentá-los em equipe? Você quer proporcionar uma experiência incrível aos clientes e fazê-los se sentirem únicos? Essa oportunidade é para você!

Como é o ambiente de trabalho?

LEIA TAMBÉM

Oferecemos um ambiente de muito trabalho e aprendizado, onde a inovação e a paixão estão sempre presentes. Tudo isso faz com que a RD seja mais que uma empresa e, sim, um local de vida, como é a sua casa! Além disso, oferecemos um plano de carreira, que possibilitará a realização dos seus sonhos. 

O que esperamos de você?

Você trabalhará na loja e terá contato direto com os nossos clientes, prestando consultoria farmacêutica, aplicando medicamentos injetáveis, treinando a equipe e organizando os medicamentos psicotrópicos e termolábeis. Buscamos pessoas comunicativas, resilientes, empáticas e que gostem de gente!

Somos uma empresa inclusiva. Se você é uma pessoa com deficiência, não deixe de participar! 

Requisitos:

  • Maior de 18 anos;
  • Ensino Superior completo em Farmácia. 

Escala de trabalho: disponibilidade para trabalhar por escala (podendo trabalhar sábados, domingos e feriados)

Além dos benefícios listados nós também oferecemos:

  • Salário compatível com mercado;
  • Auxílio refeição ou alimentação;
  • Plano de carreira.

Empresa

A RD – Gente, Saúde e Bem-estar, presente em 23 estados brasileiros, com mais de 2.000 lojas, foi criada em novembro de 2011 a partir da união entre Raia e Drogasil.

Somos a maior empresa do varejo farmacêutico em receita e número de lojas.

Venha fazer parte do nosso time de sucesso!

A seleção de candidatos está sendo realizada através do site “VAGAS”. Os interessados devem acessar o site e se cadastrar neste link.

Veja mais vagas de emprego no NH TV

PUBLICIDADE

Curitiba

Orquestra de Câmara com regência de Baldini tem grande noite

Artigo

em

Por

Em noite memorável, a Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba foi ovacionada pelo público no concerto Ciclo Bach. Nesta sexta-feira (17/9), com direção musical do spalla da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, Emmanuele Baldini, foram executadas obras do mestre da música barroca.

O prefeito Rafael Greca esteve no Espaço Cultural Capela Santa Maria.

LEIA TAMBÉM

“Cada apresentação que assisto neste belíssimo espaço enche de orgulho o meu coração de prefeito. A música faz parte do grande espetáculo urbano que é Curitiba”.

Bastante aguardado, o concerto teve os ingressos esgotados em menos de 24 horas. Todas as regras dos protocolos sanitários contra a covid-19 foram seguidas. Esta foi a segunda programação com público presente depois do período de isolamento. Para manter distanciamento, o fluxo de pessoas foi reduzido de 270 para 90 lugares.

“O tempo que ficamos parados nos deu a oportunidade de pensar em quanto sortudos somos de fazer esse trabalho. Agora que voltamos, a felicidade de tocar juntos dá para se sentir na música”, afirmou Baldini.

Neste sábado (18/9), às 18h30, o concerto pode ser assistido ao vivo pelo canal Arte e Cultura ICAC, no Youtube. Toda a programação da temporada 2021 da Camerata Antiqua de Curitiba, entre apresentações da orquestra, coro ou da formação completa terão transmissão via streaming.

Concerto

Abriu o concerto uma das mais clássicas obras de Johann Sebastian Bach (1685- 1750), Brandemburgo nº 5 em Ré Maior. A obra desafiadora para cravo teve como solista Alessandro Santoro, filho do conceituado compositor brasileiro Claudio Santoro. Solos de Zélia Brandão (flauta) completaram a icônica composição escrita em 1719.

Com solos de Baldini, seguiram o Programa os Concertos para Violino em Lá Menor e em Mi Maior, apresentando o virtuosismo do diretor musical nascido na Itália e com enorme experiência internacional. 

O professor de violino Peterson Manoel de Souza Pereira frequenta os concertos da Camerata desde 2019. “Estava com saudade dos presenciais. A alma do ser humano não vive sem arte, principalmente sem música e hoje não consigo descrever em palavras, é só sentir”.

Também acompanharam o concerto a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro, o diretor executivo do Instituto Curitiba de Arte e Cultura, Marino Galvão Jr., e a consultora de música do ICAC, Janete Andrade.

Programação

Para a próxima semana, na sexta-feira (24/9) e no sábado (25/9), a Camerata Antiqua de Curitiba na sua formação completa, coro e orquestra, une-se para o concerto Travessias. Com regência de Mara Campos e solos da soprano Karolyne Liesenberg, serão executadas obras de Jake Runestad (1986), Ola Gjeilo (1978) e Gustav Holst (1874-1934).

A temporada 2021 é uma realização da Prefeitura de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba e Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac), Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, com patrocínio do Ministério do Turismo, Volvo do Brasil e Positivo Soluções Didática e apoio cultural da Família Farinha.

Continue lendo

Curitiba

Curitiba e região metropolitana devem ter pancadas de chuva à tarde

Artigo

em

Por

Segundo informações do Simepar, Curitiba e região metropolitana devem ter um dia com tempo nublado e pancadas de chuvas isoladas no período da tarde deste sábado. De acordo com o órgão, as chuvas podem vir acompanhadas de raios. A temperatura máxima deve ficar em 26º C. A mínima foi de 14º C.

Nas demais regiões do Estado, presença de sol com algumas nuvens no céu. Em relação às temperaturas, tendência de elevação e calor mais intenso especialmente na faixa norte paranaense.

LEIA TAMBÉM

No domingo não são previstas alterações significativas nas condições do tempo sobre o Paraná. Alguma variação de nebulosidade ainda ocorre, principalmente sobre os setores mais ao sul e leste do Estado. Segue também a tendência para pancadas de chuva e raios isolados no período da tarde, principalmente na “metade sul” paranaense.

Continue lendo

Curitiba

Profissionais de enfermagem de Curitiba usam preto em protesto contra redução de salários

Artigo

em

Por

Profissionais de enfermagem da rede municipal de saúde de Curitiba decidiram usar roupas pretas em protesto contra a decisão da prefeitura de suspender o reajuste de 3,14% concedidos em novembro de 2020. A prefeitura alega que uma decisão do Supremo Tribunal Federal considerou que os estados e municípios estão proibidos de reajustar os salários do funcionalismo até 31 de dezembro de 2021, até o final do estado de calamidade pública por causa da pandemia da Covid-19. 

“Enquanto o mundo todo está valorizando a enfermagem, com aumento nos salários, gratificações que vão de 40% até 100% sobre os salários, o prefeito, munícipe, Rafael Greca de Macedo, vai na contra mão das valorizações. Alegando orientação do STF, o mandatário retirou 3.14% da reposição salarial, mera correção inflacionar, que havia concedido aos servidores municipais’, afirmam os profissionais em texto divulgado hoje. “Fato é que , nenhum outro estado ou município do Brasil, acatou a decisão da corte suprema, seguindo o bom senso, pois a categoria de enfermagem é a que mais está sofrendo e morrendo diante da pandemia de covid 19 que assola o mundo. Bom senso, respeito e valorização à enfermagem, não fazem parte da pauta do Sr. Greca desde o início da sua primeira gestão”, criticam eles. 

LEIA TAMBÉM

No último dia 15, a prefeitura anunciou que por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu o valor correspondente à reposição da inflação de 3,14% concedida em novembro do ano passado. A medida será aplicada a partir deste mês e afetará os salários dos servidores municipais, empregados públicos, contratados em regime especial (processo seletivo simplificado – PSS), além dos proventos de aposentadoria e pensões. Os valores pagos desde novembro de 2020 não terão que ser devolvidos pelos servidores, aposentados e pensionistas ao Município.

Na data-base de 2020 (31/10), a Prefeitura de Curitiba concedeu a reposição, que correspondeu à inflação do período de outubro de 2019 a setembro de 2020, segundo o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). À época, a decisão foi tomada com os mesmos fundamentos da orientação do Tribunal de Contas do Paraná a todos os municípios do Estado.

Mas em agosto deste ano, o ministro Alexandre de Moraes cassou decisões do TCE-PR que permitiram a revisão anual da remuneração dos servidores públicos durante o estado de calamidade pública decorrente da pandemia de covid-19, até 31/12/2021. O relator julgou procedente a reclamação ajuizada pelo município de Paranavaí (Noroeste), alega o Executivo.

No entendimento do ministro, o julgamento de duas ações diretas de inconstitucionalidade respalda a decisão. Em março deste ano, o plenário do STF julgou constitucional dispositivo da Lei Complementar (LC) 173/2020, que trata do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus, que proíbe os entes federados de conceder aumento ou reajustes a servidores públicos até 31/12/2021.

Continue lendo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

TAGS

+ VISTOS

Copyright © 2021 powered by NH TV.