Técnicos da Vigilância Sanitária promovem cursos presenciais para detalhar medidas estabelecidas em protocolos higiênico-sanitáriosTécnicos da Vigilância Sanitária promovem cursos presenciais para detalhar medidas estabelecidas em protocolos higiênico-sanitários. Crédito: Nelson Duarte/Subvisa ASCOM

A Prefeitura do Rio, por meio da Subsecretaria de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou nesta terça-feira (20/10), mais uma atividade de capacitação específica. É a série de palestras sobre as medidas sanitárias que devem ser adotadas nas Centrais de Abastecimento do Estado do Rio (Ceasa-RJ), para a prevenção de riscos à Covid-19. O foco é a sensibilização de trabalhadores, gestores e gerentes das associações que atuam na central de abastecimento. O cronograma conta com ações educativas presenciais, como palestras ministradas por técnicos da Superintendência de Educação da Vigilância. A equipe divulga e esclarece as principais medidas de prevenção que integram o Plano de Retomada das Atividades Econômicas do município. As próximas palestras serão nos dias 20, 22, 27 e 29 de outubro e 3 de novembro, encerramento do ciclo da capacitação específica.

– É muito importante a ação de prevenção, de multiplicação de informações. Desta forma, nós conseguimos que o próprio cidadão tenha um posicionamento de assumir sua responsabilidade e buscar, em conjunto com toda a equipe, comercializar e consumir com segurança alimentos dentro das medidas sanitárias. Se pensarmos que viemos de um caminho de progressão de fases, veremos que não tivemos que voltar atrás na retomada. Tudo isso se deve, com certeza, à divulgação das informações e dos treinamentos. Essa aproximação do órgão sanitário com  a população é fundamental – disse a nutricionista Rosália Cova, da coordenação de eventos da Superintendência de Educação da Vigilância Sanitária.

Para o contador Carlos Figueiredo, funcionário do polo administrativo da Ceasa, toda a capacitação é sempre muito bem-vinda.

– A capacitação é fundamental, principalmente no momento em que vivemos. Receber informações sobre as normas higiênico-sanitárias é essencial para este nosso ambiente, onde temos centenas de pessoas trabalhando integradas, todo o tempo em interação. Sem dúvida, é muito importante termos acesso a detalhes sobre os protocolos que precisamos seguir, tanto no ambiente comercial como nos setores administrativos – avalia Carlos Figueiredo.

Em setembro, as equipes estiveram no local para avaliar a adoção das medidas preventivas para o controle da disseminação da Covid-19. Na precursora foram observadas condutas vedadas, como a falta de distanciamento e de insumos para a higienização das mãos e de equipamentos de proteção individual (EPI).

Depois da vistoria, os técnicos fizeram algumas orientações, como a instalação de dispensadores de sabão líquido e papel-toalha.

Mais

Notícias

Load More Related Articles
Load More By - redação
Load More In Notícias
Comments are closed.

Check Also

Reino Unido autoriza uso emergencial de vacina contra covid-19

Agência Estado postado em 02/12/2020 08:01 / atualizado em 02/12/2020 08:03 (crédito: JOEL…