Além de agentes da Prefeitura, as operações vão contar com o apoio de PM, Polícia Civil e Bombeiros – Ricardo Cassiano/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio anunciou, nesta sexta-feira (05/03), o plano logístico das ações para combater aglomerações no período desta sexta-feira ao dia e 11/03. As medidas têm como objetivo garantir o cumprimento das restrições impostas através do decreto 48.573 publicado na quinta-feira (04/03). Além da Secretaria de Ordem Pública (Seop), participaram da apresentação do planejamento o subsecretário de gestão operacional da Polícia Militar, Cel Nogueira; o diretor geral de Polícia da Capital, delegado Antenor Lopes; e o sub comandante geral e chefe do Estado Maior do Corpo de Bombeiros, Cel Marcelo Pinheiro.

O secretário municipal de Ordem Pública, Brenno Carnevale, destacou a importância da integração dos órgãos para a efetividade das fiscalizações e afirmou que toda a operação tem o objetivo de salvar vidas.

– Essas ações e fiscalizações têm um caráter preventivo e possuem bases técnicas e científicas. Nosso intuito é proteger a vida da população. Dessa forma, nossa estratégia é conscientizar, prevenir, fiscalizar e fazer uso das medidas punitivas que a legislação nos permite – ressaltou.

As operações de fiscalização ocorrerão diuturnamente e contarão com mais de mil agentes municipais, entre o efetivo da Subsecretaria de Operações (SUBOP), Guarda Municipal, Coordenação da Fiscalização e Reboques (CFER), Coordenadoria de Controle Urbano (CCU), Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização (CLF) e da Vigilância Sanitária.

O esquema especial de fiscalização começa nesta sexta-feira, às 17h, e vai até as 23h59 do dia 11/03. O planejamento contará com ações destacadas da Guarda Municipal e comboios integrados pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), com o Instituto de Vigilância Sanitária (Ivisa) e o apoio da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros.

O planejamento operacional levará em conta o setor de inteligência da Secretaria, além de denúncias recebidas pela Central 1746 (canal da Prefeitura para atendimento ao cidadão disponível por telefone, site ou aplicativo).

Além do levantamento prévio feito pela Seop, o trabalho das equipes nas ruas terá o suporte de monitoramento de câmeras 24 horas pelo Centro de Operações Rio (COR).

Quem descumprir as regras (pessoas físicas e jurídicas) está sujeito a multas por infrações sanitárias, como aglomeração e falta de uso de máscara e interdição.

– Estaremos nas ruas fiscalizando para coibir as aglomerações, mas seguimos pedindo o apoio e conscientização da população para que as medidas de proteção à vida sejam cumpridas – reforça Carnevale.

Prefeitura anuncia novas medidas restritivas de prevenção à Covid-19

Categoria:

  • 5 de março de 2021
  • Load More Related Articles
    Load More By - redação
    Load More In Notícias
    Comments are closed.

    Check Also

    Clínica odontológica abre mais de 800 vagas de emprego

    A OdontoCompany, maior rede de clínicas odontológicas do mundo, está expandindo sua atuaçã…