Home America Mulher de 40 anos com 38 filhos faz cirurgia para deixar de engravidar

Mulher de 40 anos com 38 filhos faz cirurgia para deixar de engravidar

4 min read
0
Quer receber as principais notícias do NH TV pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.

Abandonada pelo marido, ela cria os filhos sozinha em quatro casebres. Foto: Reprodução

Abandonada pelo marido, ela cria os filhos sozinha em quatro casebres. Foto: Reprodução

Aos 36 anos, a ugandense Mariam Nabatanzi já tinha dado à luz 44 bebês, dos quais 38 sobreviveram. Seis Hoje, aos 40, Mariam, moradora de um vilarejo pobre do país africano, não quer nem pensar na possibilidade de uma nova gestação. Ela passou recentemente por uma cirurgia de esterilização, algo que já desejava havia 17 anos. De acordo com médicos, a ugandense possuía ovários muito grandes, o que fazia com que ela ovulasse várias vezes a cada ciclo, o que aumentava a possibilidade de gravidezes múltiplas.

Mariam foi mãe pela primeira vez aos 12 anos, pouco depois ter se casado com um homem 28 anos mais velho. Na ocasião, ela teve um par de gêmeos. Aos 23 anos, Mariam tinha 25 filhos e já queria passar pelo procedimento de ligadura de trompas. Segundo os médicos, por conta do tamanho dos ovários, tomar pílula anticoncepcional era contraindicado, pois os hormônios poderiam acarretar sérios problemas de saúde para ela.

Ao todo, a ugandense teve seis pares de gêmeos, quatro barrigas de trigêmeos e três gestações de quadrigêmeos, além de várias gravidezes únicas. Há cerca de três anos, ela foi abandonada pelo marido, na mesma época do nascimento do último par de gêmeos (um dos quais morreu). Atualmente ela cria os filhos sozinha em quatro casebres e consegue o sustento da família trabalhando como cabeleireira, decoradora de eventos, recolhendo sucatas, ajudando na colheita de café, produzindo gim e medicamentos à base de ervas.

Ela enfim conseguiu fazer o procedimento de esterilização na capital do país, Kampala. “O médico disse que cortou o meu útero por dentro”, declarou Mariam, em entrevista ao Daily Mirror. Em Uganda, as mulheres têm, em média, 5,6 filhos, uma das taxas mais altas da África e do mundo.

Fonte: OP9

Load More Related Articles
Load More By - redação
Load More In America
Comments are closed.

Check Also

No Dia da Consciência Negra, Ludmilla fala: “Lute sempre”

No Dia da Consciência Negra, celebrado nesta quarta-feira (20/11/2019), Ludmilla aproveito…