(foto: Ministério da Defesa/Divulgação)
(foto: Ministério da Defesa/Divulgação)
Agentes federais e estaduais se reuniram no Comando do 6º Distrito Naval para estabelecer as diretrizes neste manhã. Depois, uma aeronave UH-12 Esquilo, da Marinha, decolou para realizar o reconhecimento, transportando técnicos do IBAMA e do Corpo de Bombeiros, e fogo começou a ser combatido utilizando “bambi bucket”, um dispositivo de combate a incêndios que permite aos operadores das aeronaves chegarem mais perto de incêndios e despejar água e espuma de forma mais precisa.
A missão é uma resposta do Ministério da Defesa a uma solicitação recebida na sexta-feira (27) a pedido do governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, que decretou estado de emergência.
Participam da operação profissionais em helicópteros da Marinha (MB), do Exército (EB) e da Força Aérea (FAB), além de brigadistas. Um avião C-130 Hércules da FAB, munido com o sistema de combate a incêndio “Modular Airborne Fire Fighing System” (MAFFS), também integra a operação.

Load More Related Articles
Load More By - redação
Load More In Brasil
Comments are closed.

Check Also

Gi Group informa novas oportunidades de EMPREGO

As vagas destinadas estão sujeitas a alterações e podem ser preenchidas ou alteradas a qua…