Marinho chora ao responder o comentário racista do qual foi vítima(foto: Reprodução)
Marinho chora ao responder o comentário racista do qual foi vítima (foto: Reprodução)

O comentarista esportivo Fábio Benedetti foi afastado, nesta sexta-feira (31/7), da rádio onde trabalhava, a Energia 97 FM, de São Paulo. Em nota publicada nas redes sociais, a emissora explicou que o motivo foi um comentário racista que teve como alvo o jogador Marinho, do Santos Futebol Clube, durante uma transmissão ao vivo na quinta-feira à noite.

“A Energia 97FM repudia severamente as palavras proferidas e vem por meio deste deixar explícito que não compactua com nenhum tipo de injúria racial. Decidimos afastar o comentarista e já estamos em contato com ele para decidirmos como serão conduzidos os próximos passos”, escreveu a rádio em nota, que prometeu não se ater “apenas a palavras ou desculpas” (lei íntegra do comunicado abaixo).
comentário racista de Benedetti ocorreu quando ele e colegas comentavam o fato de Marinho ter sido expulso ainda no primeiro tempo do jogo entre Santos e Ponte Preta.

Ao seu perguntado  que mensagem mandaria a Marinho em um grupo de WhatsApp do qual os dois fariam parte, Benedeti disse:  “Eu vou falar assim: ‘Você é burro, você está na senzala, você vai sair do grupo uma semana para pensar sobre o que fez'”. Assista:

Marinho responde chorando

“Quando acontece com a gente, a gente sente mais. E eu brigo toda hora. Por isso que eu brigo pela causa. Porque quando a gente passa na pele, é horrível. E a gente não pode deixar passar isso. E eu sei quem eu sou, o valor que eu tenho”, afirmou.

“Antigamente, eu não tinha voz ativa e passavam desapercebidas todas essas coisas. E muita gente que não tem voz ativa baixa a cabeça e anda. Mas hoje eu sempre brigo pela causa porque tenho voz ativa”, completou. Veja:

Load More Related Articles
Load More By - redação
Load More In Brasil
Comments are closed.

Check Also

Relatório mostra falhas no combate ao tráfico de animais silvestres

(foto: Ivo Lima/Ministério do Esporte) Um relatório divulgado pela organização não governa…