O deputado federal Capitão Wagner, do Pros, apresentou uma representação para que o Ministério Público Federal apure um suposto esquema de financiamento ilegal de campanhas para as próximas eleições em Fortaleza, capital do Ceará.

Na semana passada, o Radar mostrou que a política cearense estava em polvorosa com a revelação de um áudio em que um deputado estadual do PL de Valdemar Costa Neto oferecia dinheiro para cooptar um pré-candidato a vereador em nome do atual prefeito da capital, Roberto Cláudio, do PDT.

Na solicitação encaminhada à Procuradoria da República no Ceará, Capitão Wagner — ele próprio pré-candidato à prefeitura de Fortaleza — fala em “preservação da integridade e intangibilidade do erário” e argumenta que o “princípio da autenticidade eleitoral” poderia estar ameaçado pelas supostas práticas expostas no áudio.

Segundo o parlamentar cearense, a conduta veiculada nos áudios divulgados, “onde houve a promessa e ajuste de pagamento a um ator político com certa representatividade social para manifestar publicamente seu apoio e trabalhar no sentido de angariar votos para candidaturas apoiadas pelo grupo político do prefeito de Fortaleza, é caracterizadora da repugnante prática de compra de votos, podendo ainda revelar abusado do poder econômico e político”.

Continua após a publicidade

O PDT do ceará ainda não escolheu quem será o candidato apoiado pelo atual prefeito, reeleito em 2016.

Publicidade

Com informações Veja

Load More Related Articles
Load More By - redação
Load More In Fortaleza
Comments are closed.

Check Also

Prefeitura formaliza criação do Centro Integrado de Mobilidade Urbana

Objetivo é promover ações de planejamento e operação dos transportes, por meio de soluções…