Home Cidades Paulínia Petroleiros anunciam greve a partir da próxima segunda-feira

Petroleiros anunciam greve a partir da próxima segunda-feira

4 min read
0
Quer receber as principais notícias do NH TV pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.

Os empregados da Petrobrás ligados à Federação Única dos Petroleiros (FUP) marcaram greve para a próxima segunda-feira, 25. A paralisação, aprovada em 12 das 13 assembleias realizadas nos últimos dias, envolverá importantes unidades produtivas da empresa, entre elas a Bacia de Campos e as maiores refinarias do País, como Replan, em Paulínia (SP), e Reduc, em Duque de Caxias (RJ). O abastecimento, no entanto, está garantido, como prevê a legislação.

Empregados da Petrobrás ligados à Federação Única dos Petroleiros (FUP) marcaram greve para 25 de novembro de 2019

Empregados da Petrobrás ligados à Federação Única dos Petroleiros (FUP) marcaram greve para 25 de novembro de 2019

Foto: FUP/ Reprodução / Estadão Conteúdo

A FUP acusa a empresa de descumprir o acordo coletivo firmado neste mês após um extenso período de negociação direta e mediação do Tribunal Superior do Trabalho (TST). A estatal, segundo a entidade, não está cumprindo cláusulas relativas à segurança dos trabalhadores e do meio ambiente e também relativas a garantias conquistadas pelos funcionários que ingressaram por meio de concurso público.

Sobre a segurança da saúde dos trabalhadores e do meio ambiente, existem duas acusações – a de que a empresa vinculou a premiação de empregados, revertida em ganhos salariais, a metas de segurança, o que estimula a subnotificação de acidentes; e a de que o número de tripulantes nas plataformas foi reduzido nos últimos anos a ponto de colocar em risco os que permaneceram trabalhando nas embarcações.

“A gente não quer que aconteçam acidentes como o do óleo que atingiu praias do Nordeste e que hoje compromete a vida a população local”, afirmou o diretor de Assuntos Institucionais da FUP, Deyvid Bacelar.

No que diz respeito às garantias dos concursados, a acusação é de que a empresa está decidindo demissões e transferências das equipes das unidades inseridas no programa de privatização sem conversar com o sindicato, como prevê o acordo coletivo, segundo a FUP.

Veja também:

Entrevista com o secretário da Receita Federal, José Tostes

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários

Load More Related Articles
Load More By - redação
Load More In Paulínia
Comments are closed.

Check Also

Willisa divulga oportunidade(s) para Técnico de Laboratório

Vaga Temporária – contrato de até 6 meses:  Local: Paulínia – SP  At…