Connect with us

Paulínia

Contra “breques”, iFood oferece R$ 5 a mais por corrida para desmobilizar entregadores

Artigo

em

Em Atibaia (SP), os entregadores de aplicativo completavam oito dias de paralisação por melhores condições de trabalho quando, na sexta-feira (22), receberam a notificação de que o iFood – ineditamente – estava oferecendo R$ 5 a mais por entrega para quem trabalhasse. 

Esse foi um dos fatores, conjugado a outros, que fez com que os grevistas de Atibaia encerrassem o breque. “A gente vai voltar a trabalhar hoje”, afirmou Márcio Pereira*, um dos entregadores, na própria sexta-feira (22). “Mas se o aplicativo não continuar com a promoção no decorrer dos dias, a gente vai brecar de novo”, anunciou.

LEIA TAMBÉM

Atibaia foi a sétima cidade, só no mês de outubro, a ter paralisação de entregadores contra os apps de delivery. Junto com Paulínia (SP), os dois municípios tiveram os breques de maior duração da categoria no Brasil. Houve greves também nas cidades de Jundiaí (SP), Maceió (AL), São Carlos (SP), Bauru (SP) e Niterói (RJ).

:: Greves de entregadores contra apps de delivery se espalham e já duram dias ::

As mobilizações tiveram todas as empresas de entrega por aplicativo como alvo, com especial pressão no iFood, a maior do ramo no país. Entre as demandas estão o aumento da taxa mínima por corrida (hoje no valor de R$ 5,31), o fim dos desligamentos da plataforma sem justificativa e também o fim de duas entregas feitas na mesma corrida. 

Nenhuma empresa fez qualquer contato com os grevistas, tampouco atendeu suas demandas.

Durante as greves, iFood lança promoção de R$5 a mais por corrida

Ao menos em Paulínia, Jundiaí e Atibaia um padrão se repetiu por parte do iFood. Depois de alguns dias de greve, a empresa soltou uma promoção, que durou apenas algumas horas, oferecendo um extra de R$ 5 por entrega. 


No oitavo dia de paralisação de entregadores em Atibaia, iFood lança promoção de R$5 a mais por corrida durante o horário do jantar / Print – Arquivo

Para Guilherme Moraes*, entregador de Atibaia que está se recuperando de um acidente que sofreu em serviço, “o iFood não agiu certo”. 

“Lançou essa promoção para que entregadores que não estavam de acordo com a paralisação trabalhassem contra a gente. Para ter um confronto, uma inimizade”, aponta Moraes. “E depois que teve essa promoção, não teve mais nenhuma. Voltou tudo a ser como era antes, entendeu? Não mudou em nada”, descreve. 

:: Entregadores de apps de Niterói (RJ) realizam paralisação por melhores condições de trabalho ::

Em Jundiaí, o movimento dos entregadores enviou uma petição ao Ministério Público do Trabalho (MPT)  denunciando as promoções lançadas pelo iFood como atos antissindicais. A argumentação se baseou no Manual de Atuação de Atos Antissindicais do próprio MPT, que faz essa caracterização a qualquer ato que busque “cercear ou dificultar a adesão e o livre exercício do direito de greve”.

O documento, no entanto, foi arquivado, sob o argumento de que já existe uma Ação Civil Pública com abrangência nacional em trâmite, que visa criar a obrigatoriedade do reconhecimento do vínculo empregatício entre o iFood e seus trabalhadores.

Eduardo Zamboni, advogado trabalhista que assinou a petição, afirma que mesmo se o vínculo não for caracterizado como de emprego, “cabe ainda a atuação do MPT por se tratarem de trabalhadores e por terem comando constitucional. Todas as disposições desses atos antissindicais dizem respeito a trabalhadores, e não empregados”. 

Sem fazer contato, iFood disse ter chegado a um “consenso” com grevistas

Na sexta-feira (22), mesmo dia em que a promoção foi lançada em Atibaia, o iFood enviou uma mensagem aos comerciantes da cidade informando que a empresa “em conjunto com os entregadores parceiros da região de Atibaia chegaram a um consenso e a greve será suspensa”. 

Os entregadores, no entanto, afirmam que não houve contato com eles por parte do iFood e que, portanto, jamais entraram em qualquer tipo de consenso com a empresa. 


Em mensagem a donos de estabelecimentos de Atibaia, iFood anuncia a suspensão da greve após suposto consenso entre a empresa e entregadores / Print – Arquivo

“Pura mentira. Não entraram em acordo, não ligaram para nós, linha de frente que estávamos lá”, conta o entregador Altemício Nascimento. 

“Eles não têm nem peito para vir fazer uma negociação, conversar, escutar”, opina Moraes: “É uma empresa que realmente joga sujo, eles só pensam neles mesmos”.  

O Brasil de Fato tentou contato com o iFood e não teve respostas até o fechamento da matéria. 

Douglas Firmino* é dono de um restaurante em Atibaia e foi um dos que recebeu a mensagem do iFood. Ele conta que, apesar do prejuízo dos dias em que ficou sem entregas, apoia a mobilização dos trabalhadores. 

:: Entregadores exaustos, restaurantes “amarrados”: cresce insatisfação contra apps de delivery ::

“Não adianta nada a gente ter os motoboys trabalhando insatisfeitos. A pessoa não vai ficar até 23h da noite num domingo de chuva e de frio para fazer uma corrida de 9 km por R$ 6”, exemplifica Firmino. “Para mim, eu sou mais eles trabalhando satisfeitos”, resume.  

“As taxas não acompanham a inflação e está tudo caro: gasolina, pneu, tudo. Está muito complicado para trabalhar no dia a dia. E o iFood está ganhando muito dinheiro e não repassa para a gente”, descreve Nascimento, que ressalta: “Agora a gente está se mobilizando para fazer uma greve nacional novamente. Vai parar o Brasil inteiro”.

* Os nomes foram alterados para preservar as fontes.

Edição: Leandro Melito

Continue lendo
PUBLICIDADE

Paulínia

Carga de vidro cai de caminhão e atinge carro parado no acostamento de rodovia em Campinas; VÍDEO

Artigo

em

Por

LEIA TAMBÉM

Imagens mostram carga de vidro atingindo carro parado em rodovia de Campinas

Imagens mostram carga de vidro atingindo carro parado em rodovia de Campinas

A carga de um caminhão que transportava vidro se soltou e atingiu um carro que estava parado no acostamento da Rodovia Zeferino Vaz (SP-332), em Campinas (SP). O acidente, que ocorreu às 11h desta sexta-feira (26), foi registrado por uma câmera da concessionária Rota das Bandeiras.

Segundo a concessionária, ninguém se feriu. O motorista do carro tinha parado na faixa zebrada do acostamento no km 113, sentido Paulínia (SP), para mexer no celular quando o veículo dele foi atingido pelo vidro.

Nas imagens, é possível ver que o vidro transportado se solta durante o percurso e cai por cima do carro. O motorista do caminhão parou logo à frente do acidente.

Segundo a Rota das Bandeiras, motoristas que precisarem usar o celular devem encontrar um local seguro para estacionar, como bases de atendimento ou postos de serviço.

A concessionária reforça que o acostamento deve ser usado para casos em que a parada é emergencial e os usuários devem sair do veículo, buscando um local mais seguro para se abrigar, como atrás de barreiras de proteção.

Já com relação ao desprendimento dos vidros, a concessionária orienta que, durante o transporte de cargas, é preciso se certificar da amarração correta. Após a queda, houve interdição de uma faixa para a limpeza.

Vidro transportado por caminhão atinge carro parado em rodovia de Campinas — Foto: Reprodução/Rota das Bandeiras

VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e Região

Continue lendo

Americana

Diogo Nogueira se apresenta em Vinhedo; saiba como comprar ingressos

Artigo

em

Por

O sambista Diogo Nogueira se apresenta na Adler Eventos, em Vinhedo (SP), no dia 4 de dezembro. A venda de ingressos está disponível pela internet ou na bilheteria do local.

O valor dos bilhetes varia entre R$ 600 e R$ 2 mil, além das taxas de serviço, sendo para mesas de até quatro pessoas com consumação.

LEIA TAMBÉM

Filho do cantor e compositor João Nogueira, Diogo é dos grandes nomes do samba na atualidade. No show, o artista apresenta um repertório com músicas inéditas do projeto “Samba De Verão”, além de homenagens ao pai, à cantora Beth Carvalho e hits como “Pé na areia”.

A organização reforça que o evento seguirá os protocolos de combate à Covid-19, como distanciamento e uso obrigatório de máscaras. Também será exigido apresentar o comprovante de vacinação contra Covid-19 na entrada da casa de shows.

O documento pode ser mostrado via carteira de vacinação física ou pelo aplicativo Conecte SUS. O show acontece na Adler Eventos, localizada Rua Antonio Ferragut, 885, no bairro Jardim Primavera.

  • O que: Show Diogo Nogueira
  • Quando: 4 de dezembro, 21h
  • Onde: Adler Eventos – Rua Antonio Ferragut, 885 – Jardim Primavera – Vinhedo/SP.
  • Quanto: Entre R$ 600,00 e R$ 2.000,00
  • Outras informações: (11) 9 1211 0707

Continue lendo

Paulínia

Aposta de Paulínia acerta 15 números e divide prêmio máximo da Lotofácil

Artigo

em

Por

Sorteio foi realizado na noite desta quinta-feira (25) pela Caixa Econômica Federal./(Foto: Reprodução)

LEIA TAMBÉM

Uma aposta realizada na Lotérica Pé Kent, em Paulínia, acertou as 15 dezenas da Lotofácil e ganhou R$ 267,9 mil do sorteio realizado na noite desta quinta-feira (25) pela Caixa Econômica Federal.

O prêmio, que totalizou pouco mais de R$ 1 milhão, foi dividido com apostas feitas em Governador Valadares (MG), Londrina (PR) e Vista Alegre (RS).

Os números sorteados foram 01-02-05-08-09-10-11-14-15-18-19-20-23-24-25.

Apostas de Americana, Santa Bárbara d’Oeste e Campinas acertaram 14 dezenas e ficaram com R$ 732.

Continue lendo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

TAGS

+ VISTOS

Copyright © 2021 powered by NH TV.