Connect with us

Brasil

Retorno do horário de verão ganha apoio de entidades do setor elétrico

Artigo

em

Um documento elaborado por entidades ligadas ao setor elétrico defende o retorno do horário de verão como medida emergencial para enfrentar a crise energética. As associações pregam ainda que, no longo prazo, o governo deve priorizar o incentivo à eficiência energética para reduzir o risco de novas crises.

O horário de verão foi extinto em 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro, sob o argumento de que já não garantia grande economia de energia enquanto causava transtornos para trabalhadores, principalmente aqueles que dependem do transporte público ainda de madrugada.

LEIA TAMBÉM

Com o agravamento da crise energética, porém, vem crescendo no últimos meses o apoio ao retorno do programa, que adia em uma hora o fim do dia, garantindo melhor uso de iluminação natural em um horário de grande demanda por eletricidade.

Entidades do turismo, como CNTur e Feturismo, o setor de restaurantes e, depois, os shoppings já se manifestaram a favor. Nesta segunda, o apoio foi reforçado por Idec (Instituto de Defesa do Consumidor), ICS (Instituto Clima e Sociedade), Iei (International Energy Intiative), Mitsidi Projetos e Hospitais Saudáveis. “O ganho é pequeno, mas nesse momento precisamos contar megawatt por megawatt”, disse o ex-diretor do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), Luiz Eduardo Barata, que vem trabalhando com o ICS e o Idec na avaliação da crise e da atuação do governo para enfrentá-la.

O grupo de entidades diz que o horário de verão economizaria entre 2% e 3% do consumo no início da noite, reduzindo a necessidade de acionar térmicas mais caras que hoje pressionam a conta de luz.

Barata lembra que o próprio ONS foi contrário ao fim do horário de verão, mas prevaleceu o argumento de que a economia vinha se reduzindo na medida em que o pico do consumo no verão se deslocou para o meio da tarde, quando uma quantidade maior de aparelhos de ar condicionado estão ligados.

“Um dos argumentos é que economizávamos R$ 400 milhões e passamos a economizar R$ 100 milhões”, disse Barata. “Mas agora, se a gente economizar R$ 1 milhão está bom.” Ele frisa que a decisão deve ser rápida, já que a implantação do programa demanda ajustes em diversas atividades econômicas.

As entidades divulgaram um documento no qual propõem maior atenção do governo a iniciativas de eficiência energética, como uma medida estrutural para melhorar a segurança do setor elétrico brasileiro. A avaliação é que o Brasil está atrasado em relação a países desenvolvidos no tema.

Para elas, sucessivos governos vêm sendo negligentes com a questão, que só vem à tona em meio a crises de abastecimento. Para a coordenadora do ICS, Kamyla Borges, os programas do tipo deveriam ser unificados sob uma gestão, para garantir maior efetividade.

As entidades pedem ainda uma atualização dos padrões de eficiência em ar condicionado e geladeiras, com campanha para que o consumidor compre equipamentos mais eficientes.

Caso a periodicidade de atualização tivesse sido mantida, diz o ICS, o Brasil estaria economizando cerca de 1.100 MW médios, quase a capacidade da térmica GNA 1, no norte fluminense, cujas operações devem ser antecipadas para ajudar a combater a crise.

A título de comparação, o programa de redução voluntária do consumo por grandes empresas vai economizar 237 MW em setembro, volume total das ofertas aprovadas nesta segunda pelo CMSE (Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico).

“A eficiência energética deveria ser vista também como política industrial, porque traz produtividade para a indústria e traz competitividade para a economia brasileira”, diz Borges.

Brasil

Justiça decreta prisão temporária de suspeito de matar neto de Luciano do Valle

Artigo

em

Por

A Polícia Civil prendeu um dos suspeitos de participar do roubo que terminou com a morte Lucas do Valle Oliveira, 29, neto do narrador esportivo Luciano do Valle (1947-2014). A moto utilizada no crime foi apreendida.

Segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública de São Paulo ), a prisão temporária do suspeito, proprietário da moto apreendida, foi decretada pela Justiça.

LEIA TAMBÉM
Foto: Reprodução

O nome do homem preso e mais detalhes não foram divulgados para não prejudicar as investigações que estão sendo realizadas pelo 17º DP (Ipiranga).

Lucas foi baleado na cabeça durante um assalto, por volta das 6h20 da última quarta-feira (15), na região do Ipiranga (zona sul da capital paulista), quando se preparava para realizar gravações em uma quadra esportiva, na rua Gama Lobo.

Dois criminosos em uma moto, segundo a PM, teriam abordado Lucas e levaram o carro dele, um Hyundai Creta branco.

Uma câmera de monitoramento registrou o momento em que um dos criminosos atira contra a vítima. Neste momento seu comparsa, que guia uma moto, foge do local.

O atirador, de acordo com as imagens, corre até a esquina e, ao perceber que foi deixado para trás, volta correndo, embarca no carro de Lucas e foge com o veículo.

O carro foi encontrado logo após o roubo na rua do Lago, a cerca de dois quilômetros de distância do local onde Lucas foi ferido a tiros.

O neto do narrador esportivo morreu na noite de sexta (17), após permanecer dois dias internado, em estado grave, no hospital São Paulo, administrado pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). A morte foi confirmada pela jornalista Alessandra do Valle, mãe de Lucas, em postagem nas redes sociais.

Continue lendo

Brasil

Volume de chuvas na primavera será insuficiente para conter crise hídrica

Artigo

em

Por

volume de chuvas durante a primavera não será suficiente para encher os reservatórios de água e conter a crise hídrica que o país enfrenta.

LEIA TAMBÉM

Segundo a empresa de meteorologia Climatempo, as regiões Sudeste, Centro-Oeste e Norte terão aumento da frequência e do volume de chuvas entre os meses de outubro e novembro.

Foto: Sanepar

estação começa às 16h21 da próxima quarta-feira (22/9) e vai até as 12h59 de 21 de dezembro, quando se inicia o verão. As precipitações, no entanto, não serão suficientes para sanar a crise hídrica e energética e encher os principais reservatórios do país.

“Apesar da tendência de volume de chuva acima da média normal em áreas importantes para o abastecimento dos reservatórios para geração de energia, o volume de chuva ainda estará muito abaixo do necessário para regularizar a situação”, informou a Climatempo.

Em relação às temperaturas, o país ficará dentro ou acima da média normal em todas as regiões.

Leia a matéria completa no Portal Metrópoles, parceiro da Banda B.

Continue lendo

Brasil

Menino de 2 anos prende cabeça em panela de pressão no Ceará

Artigo

em

Por

Um menino de 2 anos ficou com a cabeça presa em uma panela de pressão após uma brincadeira. João Pedro Silva colocou a cabeça dentro do objeto para imitar “bumba meu boi” e não conseguiu mais tirá-la.

LEIA TAMBÉM
Foto: Arquivo Pessoal

Ele precisou ser levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Granjá (CE), na tarde desse sábado (18/9), para receber atendimento médico. As informações são do portal G1.

De acordo com a mãe, Keciane Silva, a cabeça do menino começou a ficar inchada e, mesmo com a ajuda do pai para tentar tirar a panela, João Pedro acabou mais desesperado.

Para ler a matéria completa, acesse o portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clicando aqui.

Continue lendo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

TAGS

+ VISTOS

Copyright © 2021 powered by NH TV.