Por Tatiana Bautzer

SÃO PAULO (Reuters) – O grupo japones SoftBank, acionista das maiores empresas de entregas de refeições da América Latina, espera uma consolidação rápida em diversos mercados, afirmou um executivo nesta quarta-feira.

Paulo Passoni, sócio investidor do fundo do SoftBank para a América Latina, disse que espera consolidação na maior parte dos mercados. “É difícil ter mais que dois competidores em cada mercado nessa área de delivery de comida. Haverá consolidação global e regional”, afirmou ele durante uma “live” organizada pela corretora XP.

O SoftBank tem três apostas no mercado de entrega de comida. O fundo da América Latina é acionista do Rappi, fundado na Colômbia e ativo em toda região, mas globalmente o grupo é também acionista do Uber Eats e do Didi Eats, que cresceu muito no México, segundo Passoni.

Na terça-feira, o Uber fez uma proposta global para adquirir a empresa de entregas Grubhub.

Passoni disse que a pandemia o deixou mais confortável com o portfolio do SoftBank na América Latina, já que várias empresas de tecnologia estão tendo crescimento acelerado pelas medidas de distanciamento social e crescimento do e-commerce e entregas, e as economias da região estão acelerando sua digitalização.

Serviços de pagamento e bancos digitais também estão crescendo muito, acrescentou Passoni, porque a maior parte das empresas de varejo online e entregas não aceita dinheiro. O SoftBank tem uma participação acionária no Banco Inter.

Load More Related Articles
Load More By - redação
Load More In America
Comments are closed.

Check Also

Com o Programa Vinhedo Asfalto Novo, Prefeitura incluirá as ruas do Observatório, dos Servidores e Luiz Briski em ação d…

Obras + notícias 03.08.2020 A Prefeitura, por meio da Secretaria de Obras, por determinaçã…