Por Devika Krishna Kumar

NOVA YORK (Reuters) – Os preços do petróleo caíram mais de 2% nesta quarta-feira, com o superávit previsto pela Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) para o mercado e preocupações com a demanda em meio ao surto de coronavírus na China ofuscando interrupções de produção na Líbia.

O petróleo Brent terminou a sessão em queda de 1,38 dólar, ou 2,1%, a 63,21 dólares por barril, enquanto o petróleo nos Estados Unidos recuou 1,64 dólar, ou 2,8%, para 56,74 dólares o barril.

O diretor-executivo da IEA, Fatih Birol, disse esperar que o mercado registre um superávit de 1 milhão de barris por dia no primeiro semestre deste ano.

“Os preços do petróleo continuam muito baseados em preocupações com um excesso de oferta, e o ministro de Energia saudita, príncipe Abdulaziz, não ofereceu qualquer sinal de otimismo quanto aos cortes de produção da Opep+ serem estendidos para além de março”, disse Edward Moya, analista sênior de mercado da OANDA.

Os mercados também tiveram no radar o surgimento de um novo coronavírus na China pouco antes do feriado de Ano Novo Lunar no país, avaliando um possível impacto da pandemia sobre o crescimento econômico global.

“O coronavírus na China provavelmente resultará em restrições a viagens, o que pode afetar a demanda por petróleo durante o período de pico de deslocamentos no país”, afirmou Moya.

(Reportagem de Devika Krishna Kumar em Nova York, Noah Browning em Londres e Aaron Sheldrick em Tóquio)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG0L2CP-BASEIMAGE

Load More Related Articles
Load More By - redação
Load More In America
Comments are closed.

Check Also

Heineken anuncia VAGAS de emprego no Brasil; veja os cargos

A Heineken faz saber aos interessados a abertura de novas vagas de emprego para diversas c…