Home Séries Carnaval 2020: quais filmes, séries e memes vão estar nos blocos?

Carnaval 2020: quais filmes, séries e memes vão estar nos blocos?

13 min read
0
Quer receber as principais notícias do NH TV pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.
“Coringa”, Paulo Guedes, Arlequina, “Caneta Azul” e “The Witcher”: inspirações para a folia. Crédito: Divulgação

O Carnaval 2020 começa acontece no próximo fim de semana, mas como brasileiro não perde tempo para cair na folia, os bloquinhos já estão nas ruas desde janeiro. E as fantasias fazem parte da diversão! Sereias, piratas e as divas Carmen Miranda e Frida Khalo nunca vão sair de moda, mas a cada ano a alma carnavalesca que habita em cada um de nós dá conta de reciclar temas atuais e transformar em parte da brincadeira.

Como sempre acontece, filmes, séries, sucessos das rádios, memes que circulam na internet e até fatos políticos vão parar nas ruas, em modelitos bem criativos. Às vezes, uma plaquinha já dá o recado! Se você ainda não teve nenhuma ideia mirabolante, veja as dicas a seguir que selecionamos para você não ficar de fora da zoeira que é um patrimônio nacional. Segura:

CORINGA

Joaquim Phoenix venceu o Oscar por seu papel em “Coringa”. Crédito: Warner/Divulgação

Um dos filmes mais comentados do ano, graças ao roteiro que mergulhou na origem de um dos vilões mais emblemáticos de Batman e da atuação magistral de Joaquin Phoenix (que merecidamente valeu o Oscar de Melhor Ator ao porto-riquenho), “Coringa” promete aparecer bastante pelos bloquinhos. A pintura no rosto e as roupas coloridas são bem marcantes e não tão difíceis de reproduzir. Não precisa de um paletó, porque o calor brasileiro não deixa, mas que tal investir em um colete e uma gravata?

AVES DE RAPINA

A atriz Margot Robbie como Arlequina. Crédito: Divulgação

“Esquadrão Suicida” não foi tão bem de bilheteria e de crítica, mas a personagem Arlequina caiu nas graças do público. Agora, a atriz australiana Margot Robbie está de volta aos cinemas na pele da vilã longa “Aves de Rapina” e certamente servirá de inspiração para os foliões cinéfilos. Batom vermelho, olhos bem marcados e as famosas hot pants (espécie de calcinha bem-comportada) que Harley Quinn usa não podem ficar de fora. E dá até para pintar os cabelos coloridos sem tintura. A internet está recheada de tutoriais, mas algumas marcas já vendem maquiagem para os fios que funcionam! Será que alguém se arrisca a também incorporar os patins da personagem no modelito?

BABY YODA

Baby Yoda é uma dos destaques da série “O Mandaloriano”, em cartaz na Disney + . Crédito: Disney/Divulgação

“The Mandalorian” é uma das produções exclusivas de estreia do Disney+, serviço de streaming que promete causar alvoroço conforme for se instalando pelo mundo e que já deixa os executivos da Netflix preocupados. Como a plataforma de vídeo não chegou ao Brasil, a série também não estreou por aqui – a previsão é para novembro. Mas como a atração, que foi lançada nos EUA em novembro de 2019, é atrelada ao universo Star Wars, o apelo é grande e já causou impacto na cultura pop. O sucesso se deve, em grande parte à fofura do personagem apelidado de Baby Yoda (na série, ele é apenas chamado de A Criança, e não é versão jovem do Mestre Jedi). Para a internet, pouco importa. O bebê ganhou até perfil próprio no Twitter e não será surpresa se as orelhas pontudas aparecerem na folia.

THE WITCHER

Henry Cavill como Geralt de Rivia em “The Witcher”. Crédito: Katalin Vermes

O mercado audiovisual vive prometendo um monte de atrações para os órfãos de “Game of Thrones”, fantasia medieval da HBO que se tornou uma das séries mais vistas e pirateadas da história, encerrada em 2019. Uma das atrações que estreou nesse vácuo foi “The Witcher”, da Netflix. Embora ainda não tenha exatamente ocupado o lugar de Jon Snow, Daenerys e companhia em nossos corações (“Game of Thrones” também foi crescendo ao longo dos anos em audiência e impacto), a franquia surfou no sucesso da saga literária de Andrzej Sapkowski, que rendeu oito livros, vários contos e uma trilogia de jogos. Estrelada pelo bonitão Henry Cavill (o Super-Homem), o programa já tem uma segunda temporada garantida. Para levar o protagonista para as ruas, a produção não é tão simples, porque sem as madeixas brancas e longas o bruxo Geralt de Rívia não é ninguém na fila do pão

LA CASA DE PAPEL

Pedro Alonso (centro) e elenco de “La Casa de Papel”. Crédito: Divulgação/Netflix

Esta não é nenhuma novidade e já pintou em outros carnavais. Mas o apelo de “Casa de Papel”, também da Netflix, é tão grande entre os fãs brasileiros que as fantasias inspiradas em Tóquio, Moscou, Berlim, Nairóbi, Rio, Denver, Helsinque e Oslo certamente serão reeditadas na folia 2020. Os clássicos macacões vermelhos e a máscara do pintor espanhol Salvador Dalí não podem faltar. Na internet, você encontra a máscara para imprimir (depois é só adicionar um elástico). Se quiser caprichar ainda mais, use luvas brancas!

CORONAVÍRUS

Amostra laboratorial do coronavírus, que pode causar desde resfriados comuns até SARS e MERS. Crédito: Center for Desease Control and Prevention

EMPREGADA NA DISNEY

Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasi

A sátira política é ingrediente de todo e qualquer carnaval. Se no ano passado foi o presidente Jair Bolsonaro e seu tuíte sobre “golden shower” que foi parar nos bloquinhos, neste ano é o ministro da Economia, Paulo Guedes, quem deve inspirar algumas fantasias.  Tudo graças a uma declaração polêmica feita às vésperas do carnaval, na última quarta-feira (12), de que, em um cenário de câmbio baixo, com dólar a R$ 1,80, até domésticas estavam viajando para a Disney, “uma festa danada”. A fala gerou repercussão imediata na internet e dominou os trending topics no Twitter, por ser considerada preconceituosa. Dias antes, Guedes já havia levantado críticas por comparar os funcionários públicos a parasitas – tema que também pode inspirar sátiras. 

CANETA AZUL, AZUL CANETA

Manoel Gomes, autor do hit “Caneta Azul”. Crédito: Reprodução/Instagram @manoelgomesma

O vídeo de um homem cantando a música “Caneta Azul” tomou a web de assalto em outubro de 2019. No começo ninguém entendeu nada, mas a canção se espalhou tanto que chegou a ganhar versões de famosos. Foram milhões de visualizações no Youtube e um número incalculável de comentários nas redes sociais. Os memes têm vida curta, mas música composta pelo maranhense Manoel Gomes pode ter o mesmo destino nesta folia de outras expressões bombadas na internet que inspiraram fantasias em anos anteriores, como “Já acabou, Jéssica?”, “Eita, Giovana” e o hit “Piscininha, Amor”.

Load More Related Articles
Load More By - redação
Load More In Séries
Comments are closed.

Check Also

Homem é assassinato no Jd. Paviotti, em Monte Mor

A Polícia Civil de Monte Mor (SP) investiga o assassinato de um homem na madrugada desta s…