(foto: Maurenilson Freire/CB/D.A Press)(foto: Maurenilson Freire/CB/D.A Press)

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta terça-feira, (30/6), uma operação mira  magistrados, advogados, empresários e servidores públicos de Goiás. Eles são suspeitos de integrarem uma organização criminosa envolvida na venda de decisões judiciais relacionadas ao processo de recuperação judicial de uma grande empresa.
–>
–>

A ordem para a operação foi expedida pelo ministro Mauro Campbell, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), e é um desdobramento da  Operação Máfia das Falências, deflagrada em fevereiro deste ano. O processo está sob sigilo, por isso os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

 

Campbell autorizou a apreensão de aparelhos celulares e as oitivas dos envolvidos. Os mandados de busca e apreensão foram realizados em endereços de sete pessoas físicas e uma pessoa jurídica ligadas a dois desembargadores e um juiz do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO). Campbell autorizou a apreensão de aparelhos celulares e as oitivas dos envolvidos.

 

Segundo a investigação, há indícios de dois crimes cometidos pelo grupo. No primeiro, de acordo com o relato da subprocuradora-geral da República Lindôra Araujo, houve a tentativa de nomeação de um administrador específico para atuar no processo de recuperação judicial de uma usina de álcool. O outro crime refere-se a uma suposta venda de decisão judicial. No caso em tese, apura-se o pagamento de R$ 800 mil para um desembargador.

Load More Related Articles
Load More By - redação
Load More In Brasil
Comments are closed.

Check Also

Prefeitura inicia construção de ponte em Santa Teresinha

Autor: João J. Souza/Fotos: Divulgação A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria …