Home Destaque Brasil Coronavírus: casos suspeitos caem para seis no Brasil

Coronavírus: casos suspeitos caem para seis no Brasil

5 min read
0
Quer receber as principais notícias do NH TV pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.
(foto: Lucas Pacífico/CB/D.A Press)(foto: Lucas Pacífico/CB/D.A Press)

O novo relatório do Ministério da Saúde, divulgado nesta quinta-feira (13/2), apresentou uma diminuição no número de casos suspeitos para a presença do Covid-19, o coronavírus. Caiu de 11 para seis os pacientes que podem estar infectados pelo vírus.

Foram descartados três indícios em São Paulo, dois no Rio de Janeiro e um em Minas Gerais. Em contrapartida, dois registros entraram no balanço diário. Um é proveniente do Distrito Federal, mas a suspeita foi excluída horas depois. O outro é do Rio Grande do Sul, que, com a atualização, soma três pacientes ainda sob investigação. Com isso, o estado se igualou a São Paulo no total de suspeitos de contrair a doença. 
Não há confirmação da presença do Covid-19 no Brasil até o momento. No entanto, com a doença detectada nas Américas, o Ministério da Saúde prevê a eventual manifestação viral. “Estamos em uma posição confortável porque as condições climáticas não são favoráveis. Quando chegado o inverno, há uma tendência maior de circulação e isso é preocupante. Então não vamos baixar a guarda nesse momento”, ponderou o secretário-executivo da pasta, João Gabbardo. 
Os planos de contingência de todas as 27 unidades federativas foram comunicadas ao ministério, que deve finalizar ainda esta semana a licitação para compra de insumos de proteção aos profissionais que trabalham diretamente com investigações da presença do coronavírus. 
Diferente do que ocorre na província chinesa de Hubei, epicentro da doença e onde houve a mudança das estratégias de combate ao coronavírus, a metodologia brasileira continuará concentrando os esforços nos diagnósticos por meio de exames detalhados. O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber, disse que a mudança está programada apenas para quando o país confirmar 100 casos. 
“Eles (chineses) estão usando os critérios clínicos radiológicos e epidemiológicos para considerar os casos como possíveis positivos para o coronavírus. Isso tem um fundamento prático de acelerar o tratamento e reduzir a taxa de mortalidade. O Brasil adotará as diretrizes definidas pela Organização Mundial da Saúde quando se chegar a esse número de 100 confirmações”, explicou
Caso a mudança de metodologia seja implementada, Kleber adianta que os números tendem a disparar. “Se observa naturalmente um aumento expressivo nas curvas epidemiológicas, o que não significa uma expansão do coronavírus, já que, posteriormente, podem revelar outras doenças de síndrome respiratória.”

Balanço chinês

Com a mudança do método de contagem, o número de mortos e de pessoas contaminadas na China aumentou drasticamente, revelando, em Hubei, 242 novas vítimas fatais. O número total de mortos no país chega a 1.355 e o de infectados é de quase 60 mil.

Load More Related Articles
Load More By - redação
Load More In Brasil
Comments are closed.

Check Also

Na tribuna, vereadores abordam limpeza urbana, prevenção e infância

Temas como as falhas verificadas nos serviços de limpeza urbana no município, a importânci…